Português (pt-PT)French (Fr)
China lidera investimento estrangeiro na Alemanha PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Em foco
A China foi o país que investiu em mais projetos novos na Alemanha, em 2011, mais do que os EUA, a Suíça e França, disse hoje a agência de desenvolvimento económico alemã.
De acordo com os dados da agência alemã de Comércio e Investimento (GTI, na sigla em inglês), em 2011 a China investiu em 158 projetos na Alemanha, enquanto os EUA investiram em 110, a Suíça em 91 e França em 53.
No entanto, a Alemanha continuou a assegurar cerca de metade do investimento estrangeiro global na Alemanha, no ano passado, acrescentou a agência, em comunicado.

No início desta semana, o produtor chinês de peças automóveis Heibei Lingyun Industrial aceitou comprar a Kiekert, um construtor alemão de sistemas de trincos e trancas para automóveis.
Em janeiro, a Sany Heavy Industry, gigante chinês dos equipamentos de construção, adquiriu a Putzmeister, uma empresa familiar de engenharia, no que foi considerado um dos maiores negócios no setor das médias empresas alemãs, a base da potência exportadora do país.

Segundo a GTI, um em cada cinco novos projetos de investimento, a maioria dos quais envolve o estabelecimento de locais de produção na Alemanha, foi nas fileiras da engenharia mecânica ou do automóvel.
As novas tecnologias atraíram 13% dos novos projetos, e as energias renováveis outros seis%, refere a GTI.
Fonte :Oje/Lusa
 

Sondagem

Na sua opinião que governo adoptou melhores medidas anti crise?